sexta-feira, 23 de março de 2012

Encontros

Sorrisos largos, um canto
a outro dos rostos,
um salto para o abraço gostoso,
pendurada num pescoço...
Olhos minados da alegria,
fala presa na garganta,
a expressão da atitude que
se agita feito criança...
Noite alta em céu risonho
a lua dançando tonta
realizando o sonho,
como aljôfar profuso pronto
em fervura de sais
e a natureza comunga
nas relações que circundam,
os encantos madrigais...
Vozes em coro canto,
sussurros materializando,
as solturas dos ais
e as maitacas traduzem
gritando em bando, alhures
quero mais, quero mais...

Livinha