sábado, 4 de dezembro de 2010

Feitiço...


Enrosquei-me em teus cabelos,
ericei-me nos teus pelos,
e na caldeira me lancei...
Não sei se foi por feitiço,
enfeitiçada fiquei...
Me envolvi em teus abraços,
aos teus encantos de mago
alma nua adentrei...
A fórmula foi simpatia, essências
de maresia,
marulhos de seivas, licor...
Num misto de asas de sonhos,
fagulhas de luz deu o ponto,
e a receita enfim gerou...
Ah... Eu penso porque existo,
a um pensador dei meu visto
e o verbo amar comunguei...
Que importa se a distância existe,
pensamentos também amam
pensadora, sempre serei...


Lívi@petitto