sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Inquietude...


Tá faltando inspiração, um algo
ou quem sabe um sopro e a inquietude
a andar de um lado pro outro...
Enseja um canto, o sistema dá branco
e perde a tinta onde a pauta
sensibiliza...
Porque ideia somente, não pinta
e a tecla não digita...
Horas lentas e aflitas e a impaciência
grita e por tal, se irrita...
Abrupta, papel em branco engarrafa,
e aos braços dos rios lança, desejando
que desague em maré alta e a navegante
sozinha, saiba onde aportar...
Folhas ainda que só linhas, falas haverão
de inspirar...


Lívi@petitto