domingo, 22 de agosto de 2010

Se as flores...


Se as flores não falassem, eu também
não ouviria a paixão da matutina,
no cântico da cotovia...
E se beleza não mostrasse, não veria
o Beija-flor e nem um beijo eu daria...
E se nem um sabor assim tivesse,
não compreenderia o universo
e sem mel, nada adoçaria...
Sem perfume, não exalaria sentimentos
e do amor, nada saberia...
E por fim, se não me fosse possível,
dar a elas o toque,
não haveria em mim algum sentido
sequer nenhuma sensação,
que me daria aos retoques...
E diante de toda minha fragilidade,
jamais me tornaria um ser forte...

Lívi@petitto