sexta-feira, 11 de junho de 2010

A Lua e os filhos Enamorados...


A Lua chora de saudade dos casais enamorados.
Pelos bancos de praça largados, sem o doce
romantismo...
As estrelas são quimeras, as flores quem olha
pra elas e onde estão os seus filhos?
Talvez por detrás dos muros, nas moitas e
becos escuros curtindo um instante qualquer.
Quem sabe se por apenas capricho ou
simplesmente paixão, um mero ficar e até...
Enquanto o amor escondido vive triste
abatido, abraçado à solidão...