sábado, 15 de maio de 2010

Chave da Esperança...


Basta trazer pra mim uma chave verde
com o nome de esperança...
Quem sabe assim a prosperidade não se
alcança.
A vida fala mansa, a gente cansa, desanima
e como faca cega, se esfrega em lima,
se afina e prossegue a triste sina,
sem reclamar.
Ante a hora do breve sono, bota a pose
no cabide e espera o novo dia clarear...
A gente carrega, o que a vida diz que leva
só pra nos enganar...


Lívi@petitto