sexta-feira, 26 de março de 2010

Vitória...


Vitória, uma bola correndo,
uma torcida a vibrar
a saudade entrando em "Senna",
na velocidade de acenar...
Uma cadeira de roda,
e a vida continuar...
Uma pétala que desponta,
da roseira enfadonha,
a rosa desabrochar...
Um silêncio em terminal,
esperança, um sinal,
d'um coração saltitar...
Uma vida que renasce
olhos que choram, na face
o céu poder enxergar...
A solidariedade chegando,
pra fome poder matar,
um reencontro abençoado
filhos por pais renegado,
o ganho de um novo lar...
É um sim no altar,
É a conquista do perdão,
também o saber perdoar...
Um cativeiro se abrindo
a liberdade a voar
e um casulo no tempo,
a borboletar...
É a vida, é a vida,
por uma lágrima sorrindo,
a indiferença se indo
pra igualdade acordar
por uma Fé que se logra,
rompendo algemas das drogas...
Vitória é a Gloria,
irmã da Graça bendita,
é a Paz que sonoriza,
no coração desse mundo,
é o amor, fulgente e fecundo
na consciência ainda adormecida...


Lívi@petitto