quinta-feira, 18 de março de 2010

Orkut...


Um compacto feixe do mundo,
uma pátria de corações que bate,
de sentimentos vários, profundos...

Alguns de retratos falados,
outros, de retratos sentidos,
outros ainda duvidosos,
e no meio de todos,
os todos escondidos...

Não se torna possível defini-los
quando sequer os conhecemos,
vidas de procura por encontros,
que lhes atendam um pedido...

Vidas de mentiras e de verdades,
rostos de sinceridade, e hipocrisias,
d'um jeito ou d'outro, todos intocáveis...

Nesse mundo criativo passional
tem gente de todas as idades,
tem até crianças inocentes,
da ilusão fazendo parte..

Tem mocinha, tem vilão
choros e velas, poesia e festa
amarguras, desenganos, contradição,
fuga viciada, opção que resta..

Orkut, um mundo de idéias
de características diversificadas
vidas que por si, já não se importa
quando detrás de cortinas para a do
outro, se olha...



Lívi@petitto