terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Vento, traga pra mim...


Vento, traga pra mim as palavras
mais doces,
que algum pensamento deixou
a mercê dos ares,
junta todas as sílabas, transforma-nas
em frases e digas para a brisa, fazer-me
a entrega, para que eu possa me
sentir amada...
Que por ela, retornarei as minhas palavras,
devolvendo a ele o que tanto guarda,
com receio de me dar...


Lívi@petitto