segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Tempo...


Ah... essa dita hora "H"
que ninguém sabe onde mora, aparece
de repente, no seu jeito inteligente,
precisa e imediata, nunca falha...
Não é de correr ligeiro, nem chega
mais cedo, também jamais se atraza...
tem seus encontros marcados e jamais
premeditados...
Pede apenas paciência, pra que não
se corra demais...
responsável e previdente, amiga
correspondente dos que abraçam seus ais,
quando aversa ao acaso, sempre o mantendo
afastado, dos acontecidos tais...


Lívi@petitto