sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Refazendo à mala...


Sim, há uma mala que sempre carrego
comigo, desde quando ao mundo vim,
nesse tempo, n'outras eras, temperamentos
bons, outros ruins...
Sei que tenho hora marcada de voltar,
uma viagem em tempo de seguir, mas sequer
me lembro a data, pois que já me esqueci...
Por enquanto, deixo-na aberta, em reparo,
trocando o opaco, dando um brilho novo,
nas minhas mais íntimas reformas...
e nesse interim, vou seguindo e distribuindo
cruzando portas, dividindo o que de belo
tenho, somativas de minhas andanças...
multiplico horas em trabalho, destino
a mim concebido, nas leis de amor...
e peço a Deus muita força, de suprimento preciso
e que num último suspiro, ainda em tempo de
agradecer à vida que a mim, ele confiou...


Lívi@petitto