segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Psiu...


Psiu...
Pega daí o beijo que daqui te mando,
não se mexa, deixa que ele seja certeiro,
tocando, onde você deseja...
Não me retorne de imediato, sinta-o primeiro,
para que a sintonia não se perca...
Agora feche os olhos e se concentre, que
eu possa sentir, do jeito que você sente...
Deixa-te bater no meu reflexo, para que
no revérbero de ti, eu me conecte...
Sinta de mim a essência e se te for de sabor
dulcificado, assim de forma tão louca, foi porque
o beijo mandado, alcançou a tua boca...


Lívi@petitto