quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Perdoando a si mesmo...


Comece pelo perdão, o de ti mesmo.
Dessa culpa que oras sentes
te amargurando o coração...
Falhas? são ocasiões que surgem
na ausência do pensamento
pois que somos seres frágeis
diante da tentação...
Sinta! a vida continua, no oportuno
tempo de reparo, quando tens
na consciência, noção dos erros
causados...
Não somos perfeitos, nem tanto
conhecedores dos nossos defeitos,
há um orgulho premente, que se
posta de repente, combatendo a
reparação...
Jogue fora! experimente! o alívio
de imediato vem, ausentando a dor,
te dando sustentação...
Mas por favor, agora pense:
Não vale a vida, a sua depressão,
sacuda, se habilite, você pode!
Alcance a glória da conquista,
força e determinação...


Lívi@petitto