quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Lembranças...


Posso ouvir na lembrança o velho
violino tocar, aquela valsa mais linda,
quando de amor falavas,
e os passarinhos saltitantes em festa,
em coro sonorizava...
Eles já sabiam de todas as cifras
e todos os cantos, do nosso arrebol,
e saudava-nos em suavizante bemol
pra gente valsar...
depois, o dia já amanhecido, eles nos
acordava, ecoando em sustenido o Dó
da alegria que aurora contemplava...
e todos os dias, eles cantavam
a mesma canção, de quando a gente
se amava...


Lívi@petitto