sábado, 2 de janeiro de 2010

Lá vai ela...


Lá vai ela,
em sua ciência mais que exata,
somativa, reflexiva e multiplicativa,
nas páginas já viradas, da sua história...
seguindo seus passos,
passo a passo e no compasso,
a sua trajetória...
Do milímetro, um centímetro
metro a metro, o quilômetro,
rodopiando as esferas, alcançando
falas, d'outro lado do mundo...
e segue a Poeta,
versejando alma, compondo
sonhos, redescobrindo metas...
um divisor comum, nos verbos
que abraça, os substantivos diversos...
e com o auxilio de sua graça,
deixa de ser um sujeito oculto,
abrindo as cortinas da vida,
vestígios profundo...


Lívi@petitto