sexta-feira, 31 de julho de 2009

Animal X Animal...


O que dizer, de tal peste Suina,
um dito calamitoso,
fazendo calamidades...
Viajante na surdina sem
dinheiro, sem passagem,
atravessando céus e mares,
rompendo lares, talvez,
como freiante da libertinagem...
Bem como a dita da Aids,
abusada, ordinária, libertina,
um rebate irracional,
de origem racional...
Propaganda de má Fé,
seria dizer utopia,
quando tudo leva a ver,
a origem dessa mina
animal versos animal..
Tudo na vida tem explicação,
nada como obra do acaso,
nesta vida, contradita a
razão...

Livinh@__



....................................................................................................

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Esperança..


...E na primeira vez que
abrir a porta do tempo,
o sol estava se pondo diante
de mim e sequer me deu um
adeus...
mas no dia seguinte, eu entendi,
que se tratava da esperança,
quando me acordou tão cedo,
dizendo-me assim: Estou Aqui!


Livinh@__



...................................................................................................

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Afortunada mente..


A riqueza da mente, é um alfabeto
consequente, contendo 26 letrinhas,
um elenco fabuloso, conectado, formoso,
que desenha pensamentos linha a linha..

A mente é um salão de festa, faz teatro,
vira peça, com nome de imaginação..
das letras que dançam soltas, seguida
de sensação, de um bem, feito canção...

São bens de afortunada mente rica,
d'um pensar, a inteligência faz herança,
no divinal compreensivo de sabedoria,
é simetria, berço esplêndido de esperança..

E no valsar todas as coisas são benditas,
d'algumas danças, diferentes, outras tais,
não importa de que forma, a mente agita
todas as danças quem valseia, são as vogais...


Livinh@__


...................................................................................................

terça-feira, 28 de julho de 2009

Que diferença que faz...


Que diferença que faz reconhecer o sintoma
entre a paixão e o amor, de uma forma ou
de outra, a gente ginga, se torna menina,
enrubescida qual uma flor... e no latejo,
um agito que domina, de sonho acordado,
adentrando a matutina, que bulina, que
fascina, acordando o torpor..

Livinh@__



....................................................................................................

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Sim ou Não...

Mas que briga será essa
entre o sim e o não,
meus pensamentos oscilam
numa baita confusão,
penso que estou em mão unica
mas... Lívia preste atenção!
estais em plena avenida,
andando na contra mão...
Quatro horas da madruga,
na calma, cidade dorme
e você tá como intrusa,
rompendo o silêncio, stop!
Levei minha cama pra rua,
estou descorberta, nua,
uma fagulha, na escuridão,
se eu estava dormindo creio,
acordei de reboliço, d'um sonho vão...
Não sei mais o que eu faço,
nem como espantar a indecisão,
como desato esse laço,
digo sim ou digo não?


Livinh@__


...................................................................................................

domingo, 26 de julho de 2009

Vou embora pro passado...


Vou embora pro passado
num breve até nunca mais
vou atrás dos sonhos dourados,
no jeito louco, a meu grado
fazendo sonhos reais...

A idéia não é de toda tão ruim
voltar ao passado, era só que queria,
para não sofrer tanto assim..
Quem sabe uma infancia, feliz,
que de nada mesmo entendia,
das coisas, que gente grande diz...

Ah, se fosse mesmo possível
ir embora pro passado,
deixando tudo de lado,
nem dinheiro ou conversível
do impossível, o possível,
reavendo desejos guardados
Fixaria residência, faria o tempo parar,
sem presente, sem futuro, revogado...



Livinh@__


...................................................................................................

sábado, 25 de julho de 2009

Mente sã, corpo são...


Alma e corpo, parceiros de travessia
ambos dependentes um do outro
Alma que infeliz, de horas padece,
judia d'um corpo, ao que se nele, reflete

Almas confusas no jogo de suas tendências,
inconstantes nas alegrias ou em desespero,
no exagero, sequer medem consequências,
voam sobre a gula, fulga do seus apêlos..

Corpos esses, receptivos e estimulados,
reagentes da alma estando ela mal ou bem,
responde aos feitos sem processo alternativo,
sem medir esforços, a devorar tudo o que tem..

Os males, se apresentam a longo prazo,
refazimento de processo, curto e lento,
corpo sob a tutela de um viver condicionado,
enquanto aguarda alma reparar, seus sentimentos...


Livinh@__




...................................................................................................

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Paciência e compreensão..


Na vida são muitas as falas, de vários
tons, de várias linguas e caras;
umas complicadas outras claras,
outras mais ainda ásperas, indefinidas..
Fica então a razão do compreensível,
que cada fala surge de uma estação
divergente, d'outros princípios;
uns ainda tão primários, outros estacionários,
distante daqueles que se apressam por seguir
um caminho, rumo a reparação..

Paciência então...


Livinh@__



...................................................................................................

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Desembaraço no tempo


Havia um novelo de lã sobre a mesa
que um gato danado de lá puxou,
levou tiritante para o lado de fora
e no relento da noite, ele deixou

Até que veio ele, o tal do vento,
no proprio do seu feito, lã arrastou,
em seu sempre frio sentimento,
no novelo deu um nó, emaranhou
...e eu,
ensaiava um pulôver feito de contrapor
agulhas cruzada no pico do contra-senso,
e tais pontas se perderam, no denso turvo
até que o senso sobrepôs, a tino tempo

É desse jeito que o tempo a mim se mostra
E que comigo a todo instante contracena,
Me faz sentar, desenlaçar o fio de linha,
Enquanto penso, o embaraçado me asserena

Era uma vez...


Livinh@__


...................................................................................................

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Horas vazias..


Sinto quando estou com
o todo dentro do nada,
quando me sinto vazia,
sozinha, ensimesmada.

É um mundo que me burila,
completo de indagações,
pairado nas reticências,
mexido nas emoções...

Das horas interiorada,
presa dentro de mim,
viagens e mil retornos,
não sei do porque assim...

Me perco, e nunca me acho
onde estou ou até quem sou
serei isto ou mesmo aquilo,
nada sei, somente dor

Inscontancias permanentes,
insanidade ou demência,
perdida no contratempo,
estou de fora, sou ausência...

Me chamam, sequer eu ouço,
reclamam dos meus destroços,
esses pelo qual, eu tanto velo,
e ninguém me tira desse poço...



Livinh@__


...................................................................................................

terça-feira, 21 de julho de 2009

Bonita e Faceira


Lá estar ela, no céu a brilhar,
sempre vestida de prata a me
namorar...
dividi comigo desejos, encantos
enxuga meu pranto, me faz relaxar..

Se mostra tão bela, bonita, faceira,
mas tem no silencio, misterio no olhar,
nas noites mais quentes se mostra
insistente querendo ficar,
e no frio desaparece, sequer me aquece,
sem me desposar...


Livinh@__




...................................................................................................

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Mudanças...


Era ele apenas um bule,
sim um bule, de pôr caFÉ,
estava tão surrado e velhinho,
que fiz dele um vasinho,
um vasinho de muita FÉ...

e assim transformei meu dia
esboçando o deprimente,
dando vida ao que era velho,
e o velho, renovado de repente...

Um perfume preferido,
um vestido bem bonito,
esboçado num sorriso,
no jeito de enganar a gente...

Era uma vez...

Livinh@__


...................................................................................................

domingo, 19 de julho de 2009

Amor e Paixão...


Caminhos diversificados, amor e paixão
o primeiro, disponível, sereno e bom
o segundo, veste o "si"da competição..

O amor é paciência, e compreensão,
nada exige, é renúncia e complacência..
A paixão, é desejo ansioso e desesperado,
senhor egoísmo, descontrolado, é exigência..

O caminho do amor, é florido, bem trilhado
tem um céu todo estrelado, o esplendor,
a paixão é adrenalina, abusiva, segue atalhos,
do compulsivo, recolhe espinhos ao invés de flor..


Livinh@__


...................................................................................................

Laços das existências...


Não, não tem nada de complicado,
nas nossas almas, existe um imã,
quando conectado n'alguns laços,
que a gente sente, sequer imagina...

Vimos de outros tempos, d'outras eras,
de passagem ou de simples momentos,
mas de todo, nos torna a vida bela,
na solidez fagueira dos sentimentos...

Explicável ou inexplicável, que importa?
quando bem aproveitado, a gente goza,
a estrada é sinuosa, cheia de segredos,
ligados ao infinito na escolha certa, à porta

Somos irmãos universal sempre o fomos,
almas se encontram veja, estou aqui!
os degraus do tempo não separa os corações,
nos torna eterno, nos laços do existir...



Livinh@__



...................................................................................................

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Meu querer não é tudo, infelizmente...


Eu só queria que a poeira baixasse
e que tudo voltasse pro seu lugar,
Queria ver os doentes saudáveis,
e que os mortos retornassem, para
para a vida encantar...
Queria que as nuvens dissipassem,
mostrando o sol a brilhar,
queria ver as crianças felizes,
por haverem encontrado um lar...

Queria que fosse embora a entriga
pra não mais voltar,
que as flores brotassem, crescessem
pra não mais murchar,
que o ódio se apaixonasse, e um amor,
encontrasse
e a inveja feliz, grata pelo que tem,
sem a cobiça dos valores de outrem..

Queria que houvesse a Paz na terra,
que não mais se falasse em guerra
e a esperança manifestar,
que a desigualdade se extinguisse,
que o mundo se harmonizasse,
da alegria, da fraternidade e se
propusesse a perdoar..

Ah, como eu queria, que fosse noite
ou fosse dia, num coro unico,
de sintonia, um grito de louvor,
fizesse o mundo gritar:
Obrigado Senhor!!



Livinh@__


...................................................................................................

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Bem querer...


Somos um ponto fixo no mundo
rodeados de bens e maus querer,
os bens, são nossas conquistas de gloria
os maus, devemos apenas compreender..

O amor é desejo pleno de cada coração,
e quem o tem, louve a Deus, que bom!
existem outros, oxalá que tbém os tivesse,
os sentimentos seriam, vigorosos e são..

Amemos então, estendendo a mão,
cultivando a paz, dentro do coração,
os caminhos são tortuosos, mas produtivos,
quando cultivamos amor, em oração...

O mal querer, é a forma do si mesmo
que se auto-julga, não ser ele desejado,
vivendo as horas de solidão a esmo,
a sentir inveja pelo outro ser amado..



Livinh@__


...................................................................................................

quarta-feira, 15 de julho de 2009

...e Ponto final!!


Não preciso de regras pra saber da vida
Me convenci!
Se um dia fui ovelha, me desgarrei,
eu vou seguir!
Abomino preconceitos, fujo das regras
e venço meu medos,
pois que a vida é extremamente mega,
preciso vive-la melhor para concernir..
Não me torna possível a sabedoria,
abraçada as teorias..
A pratica me dará direitos de vivenciar
e discernir..
Direitos? exercício do poder, de ir e vir:
no meu ir, assimilarei e no vir, as regras,
pontuarei e as alcançarei no vôo das gaivotas,
no universo das trocas, nos nomes a que
me darei...
Compreenderei, aprenderei e não julgarei,
aqueles que como eu, não ousou a coragem
de se atrever...

Libertação é a minha Paz...

Livinh@__



...................................................................................................

terça-feira, 14 de julho de 2009

Não mais viver triste assim...


Tudo haverá de passar...
Enxugarei minhas lágrimas,
preciso sorrir, não mais chorar..
Os pássaros viajam no céu
de tão límpido azul,
sem ter pressa de ir, sem ter
pressa de voltar..
Eles cantam pra mim, cantam pra ti...
As arvores valseiam com seus gingos,
balançam meus brincos e assanham
as flores do meu jardim,
conduzindo o Beija-flor que doa
o néctar pra mim..
As águas do mar bamboleiam
nas ondas pra lá e pra cá,
e a brisa leve beija a minha face,
me acalma, sem disfarce,
me incentivando a cantar...
O Sol tão poderoso se revela
minhas lágrimas secam,
formando um arco-íris de aquarela..
Sim, eu já parei de chorar,
estou voltando a sorrir...


Hei, você, Vamos?!
mandar a tristeza embora,
se elas existem, puxa vida
elas sempre existem, as
vezes demais, outras de menos,
mas a gente tem como jogar fora
Vamos meus amigos sair por aí,
pra que saber a onde ir,
se a gente só precisa sorrir..

Um beijo em tua face,
um afago em teus cabelos,
e o meu "chêro", em sua alma...


Livinh@__
...................................................................................................

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Esse meu coração...



Pintarei de verde esse meu coração,
para que brote em si a esperança
há tanto dentro dele, que me agita,
que anseio esquecer tudo e ser criança..



Dentro dele jaz alguém, agora dorme
em sentimentos hoje a se resguardar
mas inquieto meu âmago remexe tanto,
estimulando o outro coração, acordar..



Busco em tantas noites um acalanto,
na penumbra do quarto, eu e ele a chorar,
enquanto meus pensamentos fazem um canto,
minhas mãos no peito permanece a afagar..



Quando enfim a esperança eu alcançar,
linda paisagem no coração vou pintar
te deixarei amor amigo, assim adormecido,
nos braços do infinito, a descansar...


Livinh@__


....................................................................................................

domingo, 12 de julho de 2009

Blogueiros queridos...


É tudo muito engraçado, a meu ver
e a meu grado a questão do seguidor,
nos propomos a ser seguidos e procuramos
seguir em um tal de ir e vir feito louvor..
A andança é costumeira, e a gente sequer
tropeça em nossas prosas fagueiras..
Viajamos no espaço do nosso globo astral,
escrevendo os desabafos, alegres, prolixo ou
preciso, do excentrico, ao natural...
São recantos tão bonitos, maravilhosos e ricos
de surpresas culturais,
que nos chama o incentivo, de sabor degustativo,
as formas intelectuais...
O rísco de ser blogueiro, é tornar-se grande
obreiro, sem deixar de ser jamais...

Amo a cada um de vocês que volita comigo



Livinh@__


...................................................................................................

sábado, 11 de julho de 2009

De bem comigo...


*Amai ao proximo, como a ti mesmo*

Se acalentamos nossos sonhos,
respeitando nossos defeitos, amando-nos pelo
que somos, então amamos direito...
Somente assim, estaremos verdadeiramente
prontos,
para receber o outro, no peito....


Livinh@__


...................................................................................................

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Carinhos..

"Reciprocidade é um imenso patrimônio,
é riqueza recebida, conquista adquirida
nos caminhos galgados desta vida.
Sou feliz por isso"...

A dose de alegria desta vez foi dupla
e o prazer de poder repassar é imensurável..
Então, saindo um pouco das regrinhas, vou
procurar fazer um dois em um:

Anjo da Sorte:


Recebi da minha querida amiga Andréa,
cuja casa florida sito este endereço:
http://andreacpcrj.blogspot.com/ a
quem com o meu mais terno carinho,
agradeço.
Repasso com o mesmo carinho com
que recebi a:

1- Chris - Blog:"Âmago Legível"
2- Rosemildo Blog:"Arte & Emoções"
3- Marcelo - Blog: "Dallablog"
4- Sandra - Blog: "Sun"
5- Joyce - Blog: "Horas absurdas"

♥ ♥ ♥ ♥

Selinho Fofo:

Primeiramente agradeço a minha amiga Chris
do lindo recanto:http://amagolegivel.blogspot.com/
pelo selinho ofertado.
Repasso o presente a outras bem Fofas
amigas, que são:

1 - Andréa - Blog: "Meu mundo e nada mais"
2 - Fátima - Blog: "Viver é afinar o instrumento"
3 - Joyce - Blog: "Horas Absurdas"
4 - Cris - Blog: "Cristin by Cristin"
5 - LaLi - Blog: "Toka das Dondokas"

*Sejam felizes meninas e obrigada pelo
seus carinhos sempre...


...................................................................................................

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Strangers In The Night


Existe um momento, que preciso parar
acreditar que posso te ouvir...
Sabes de todas minhas falas, sabes de
todo o meu sentir e eu aqui,
sem nada saber de você...
Ah se eu pudesse treinar as minhas asas,
ir até você, voar..
não desejaria que fosse apenas um sonho,
o que quero, é te tocar..
Sinto saudades de tua voz, dos nossos
momentos a sós, e da calmaria do seu falar,
das palavras do seu dizer, sem avisos nem
porquês em todos os instantes do nosso viver...
Como sinto falta de você...

Saudades...


Livinh@__



...................................................................................................