segunda-feira, 30 de março de 2009

Brisa...


Que maravilhosa brisa, que me beija a face,
enxugando olhos de lágrimas nasce,
que me acaricia, que me alivia,
venha brisa minha, e me abrace,

Dou-te a minh'alma, todo o meu sorriso
nesse mesmo jeito com que me afaga,
leva-me contigo, pro teu paraíso,
me devolve o brilho da estrela Dalva

Aqui deito nesta verde relva
onde talvez eu volte a sonhar
escondida meio a teus segredos
onde ninguém possa me encontrar..

Livinh@__

Amanhecendo...


E o dia amanhece sob neblina
véu do tempo, que não se descortina
me deixando preguiçosa;
ou será os anjos que aguardam
o meu sono ainda, ir embora,
enquanto os pássaros cantam
e saúdam a nova aurora.
Uma esticadinha aqui,
outra acolá,
um pé fora da cama,
outro querendo ficar
e pronto, me levanto,
embalada pelo encanto
do dia a recomeçar...



Livinh@__

Tento me lembrar...


O que vês nestas lindas flores
linda menina,
que com encantos fascina
o teu meigo olhar?
em teus pensamentos respondes:
-talvez uma fada madrinha
não sei, tento me lembrar...
Qual jardim não seria tão bonito,
o mundo assim visitar...
Seriamos bela essência
das flores a esparramar,
cuja paz se instalaria no semblante
dos amores;
e toda a vida sorriria, feito festa e alegria
a dissipar nossas dores....

Felicidade...

Livinh@__

sábado, 28 de março de 2009

Negro Gato...




Livinh@__

Semente...


Sementes, são plantios deixado
ação de alma, crendo e vendo
por todo trajeto regado,
as flores do mês de setembro..

Sementes em corações plantado
canteiros de almas moldado,
é conquista de vida, é cheiro,
que exala de cada peito amado

Semente que assim multiplica
cresce em flores, enriquece,
esparrama por toda relva do mundo,
a exemplo que jamais se esquece

Semente que não se mente
nascituras da verdade,
cresce feliz, persistente,
espalhando felicidade...


Livinh@__

Noite minha e do meu bem


Ela parecia com a noite,
feita a sua cor,
mas de dia, se abria
feito sorriso da flor,
no vermelho o rubror,
como o sangue do carmim,
no horizonte, um recado
endereçado pra mim;
"te sinto na minha saudade,
essa mesma que tu tem,
saudades daquela noite,
noite minha e do meu bem..."

Livinh@__

Lembranças..


Te aguardo sentada
na cauda de nossa lua,
naquele mesmo vestido,
quando me fizeste tua..
Era um lençol de cetim
mesclado por uma aquarela,
de flores mais que singelas,
como vermelhas e afins
Você rasgou o tecido,
fez um laço um vestido,
no meu cabelo, uma flor;
Me levando ao paraíso,
o azul do céu respingou
as estrelas em matizes
lá de cima salpicaram
o verde da esperança,
que os dourados, cintilam



Livinh@__

segunda-feira, 23 de março de 2009

Sol e Lua


E a lua se mostra e se insinua
em sua magia ao anoitecer;
fingindo-se de pura, se enaltece,
como uma dama,
Aguardando o sol, em seu romper
E logo o elege,
Se esconde e faz a trama;
em dado eclipse, ela o cobre,
agasalha e se move,
prolongando o escurecer...
Bjss



Livinh@__

Ouço...


Ouço no silêncio do mundo, o desespero a gritar
vozes agonizantes que chegam de todo lugar,
chega a morte, tira a vida, antes mesmo de nascer,
chega a criança estuprada, sem saber se defender;

Ouço gritos entorpecidos deveras como se sente,
ouço a carência do jovem, transformado em delinquente;
na voz rouca, em sussurro, d'um grito de desilusão
pobres idosos, cuja as vidas se definha, no sopro da solidão

Ouço gritos, mais que loucos, de violência no mundo,
Entre lavas que borbulham nas crateras do torpor,
a esperança esmorecida, sucumbi um sorriso fundo,
dos gemidos em silêncio, de padecimento e dor...

...e por que ouço?




Livinh@__

Tristeza ou alegria


As lágrimas, são bálsamos da vida,
feita de tristeza e de alegria,
uma tem gosto amargo, é dor
outra lenitivo, euforismo e cor

A segunda no entanto,
preenche tanto o meu ser
que me sinto afagada,
quando muito a agradecer...

Um dia, decidir fazer o plantio,
muitas raízes, busquei
não sei que sementes eram,
arei o meu jardim e plantei...

Com a terra, me distrair
do tempo, também me escondi;
dos quatro anos passado,
hoje vejo meus braços forrado,
por flores que eu colhi...





Livinh@__

Caridade


Fazer caridade,
não significa dar além do que possuimos,
mas dar dentro de nossas possibilidades;
vez que só podemos dar aquilo que temos..
Eis a justiça que se manifesta ensinando a
dividir..
Vasculhe, perceba que dentro de ti,
existe algo profundo, que pode abastecer
um bem querer,
recolha uma porção e espalhe com gratidão,
fará bem ao teu coração...




Livinh@__

sexta-feira, 20 de março de 2009

Falcão Peregrino..


É perfeita a presença Divina
meio entre nós, quando abraçamos
o amor amigo, sem medo, preconceito,
egoismo e orgulho,
Sim, eu sinto caminhos mais limpos,
sem poeira, lama ou pedregulhos;
força extra, que abastece, fortalece,
o sentimento humano, tornando-o
enriquecido...
O amor, será sempre mais,
a fonte sublime que nos cobre os ais,
por motivos e palavras tais;
fonte de sabedoria em romaria,
junto a Jesus...

Livinh@__

Onde está você?


Emergi de um lago profundo
onde matar a minha sede,
não seria nas águas.
Desejava voar alto, bem longe,
para alcançar o teu amor,
que me acalma;
Que esferas serão estas
onde te encontras a viver no ar,
que os meus olhos viajam
na ânsia por te encontrar...
Creia um dia, haverei de ir também,
voarei muito longe por você, além;
terá valido a pena minhas quimeras,
nas loucuras dessa terra de ninguém..
Tudo me será simplesmente lindo,
mas de lágrimas ainda viverei,
alcançando o infinito, sei que chorarei
por outros amores que aqui, vou deixar..

Livinh@__

Vem! Toca pra mim..


Vem! toca pra mim, enquanto durmo,
sonoriza o teu canto, que cantarei contigo,
em meu sono mudo..
Se não podes dançar comigo,
me deixa valsar em tuas quimeras,
observando a passarela,
enquantos anjos estão dormindo...




Livinh@__

Cobrança do passado...


É você passado que me cerca
e me toca o coração
a ponto de não mais encontrar
a minha estação...
Se dentro de mim,
nada percebo do que passa adiante,
se fora, me vejo assim tão distante
num mundo frio, sem vida,
sem tripulantes...
O que sou, se não sou vida,
jás morta ou enterrada viva,
em meu torpor?
Sinto que sou metade apenas,
doutra onde estava o meu valor,
me levaste contigo ou
me deixaste comigo, adormecida,
sem saber mais quem eu sou...
Sem saida, assim estou!




Livinh@__

segunda-feira, 16 de março de 2009

Fui criança e ainda sou...


Vir ao mundo, fui criança
cheia de fé e esperança
e nas veias, meu louvor;
Cresci no sentimento, profundo
buscando a Paz na bonança
acreditando no amor

Não conhecia, minha metade
até quando a afinidade,
um dia de mim se aproximou:
Algo vibrou dentro do peito,
batendo, do lado esquerdo,
era o coração, que acordou...

Minha metade que chegava,
conecto e cheio de graça,
tão lindo me encantou;
Caminhamos pela estrada
que a vida nos levava
num viver, por divisor.

Era um viver esperado,
por uma breve intuição,
que algo já estava traçado
no caminho da razão;
Um sentimento tão bonito,
que mostrava estar escrito
nas pairagens do infinito...

Livinh@__

Riscos e Rabiscos


Eu traço e retraço as linhas da vida,
pro lado e pro outro, num jeito gostoso;
Se traço pra cima, eu faço uma rima,
logo desço abaixo, bonito a encaixo;
Se quero dar voltas, um circulo eu faço,
formando uma bola, que chuto, gol laço!
Depois outra linha, que risco de novo,
é traço refeito, tão belo e formoso,
que mesmo tremida, ziguezagueando,
formaram escadinhas, mudança de plano,
Subindo e alcançando...
Que coisa mais linda! nesta linha finda,
que se descortina;
que sem procurar, acabei de escontrar:
estrela menina, querendo me olhar,
banhando os meus sonhos, onde vive o luar....




Livinh@__

Em Prece...


Que noite abençoada
quando ao fim, da labuta diária
a gente procura o descanso..
Olho lá fora, no silencio da noite
e a calmaria me segue;
Em rogativas a Deus destino a prece,
para o endereço do mundo...


Livinh@__

sábado, 14 de março de 2009

Na travessia...


O mais difícil não é fazer o percurso,
mas prontos, para os obstaculos a frente,
discernindo, trabalhando em equilíbrio,
buscando a sensatez, dentro da gente;

Das nossas rodas, que circulam a vida
é necessário todo um balanceamento
uma está aposto, outra recaída,
razão de nossos descontentamento;

Que viver é esse que se mostra intrigante
e num repente nos parece interessante,
exibe aos olhos atrativos tão distante,
somos alheios ou buscamos ser errantes?

Por que voltados para tantos julgamentos
quando verdades, acolhemos cegamente,
verdades estas que nunca reconhecemos,
o que apontamos, está em nós perdidamente...




Livinh@__

quinta-feira, 12 de março de 2009

Sua presença...


São teus olhos o luar
que fito sem me cansar,
me tiras fotografia,
e o negativo a revelar..
Parece querer me dizer
que de cá não estou sozinha,
e nesse meu caminhar
sinto uma voz assim gritar:
Te acompanho, amada minha!
Em momentos de parada,
penso não vou suportar,
e sinto calor ligeiro
que me corre o corpo inteiro
e me faz arrepiar...
Me incentivas a prosseguir,
a noite me faz dormir,
e no seu jeito de ser, assim me diz:
Não tema sorte minha querida,
te seguirei por toda vida
para que sejas Feliz...

Livinh@__

quarta-feira, 11 de março de 2009

Busque!!


Se o mal te assola neste instante,
não se introduza em teu ser pensante,
acalentando receios e dor;
Busque de imediato uma saída,
seja forte, destemida,
encontre a Paz interior..
Não te sintas assim perdido,
pra baixo, desiludido,
num coração sofredor,
realize as tuas quimeras
creia em uma nova era,
num mundo repleto de amor..




Livinh@__

Creio na vida...


Não, eu não creio
que os problemas sejam sem saída
a ponto de nos fazer desanimar
Creio na força da vida
no muito que tenho por lutar...
Tudo não passa de desafios
é preciso ser forte, acreditar,
em nossa capacidade
das vitórias alcançar.
Deus em cada um de nós apostou,
por que sabe, nos conhece bem
quem somos nós para duvidar,
do Pai que nos mostra a Fé que tem.
Todo dias nós morremos
em novo dia renascemos,
cada noite que aponta
é morte que livre esmorece,
como a vida que desponta
na luz do sol que amanhece...

Livinh@__

segunda-feira, 9 de março de 2009

Mulher!!


Maria, vida que principia
Universo é a sua morada,
Luz que ilumina estradas,
Harmonia de jornada,
Eternizando, esperança,
Rainha de todas as vidas
e da própria vida sempre Ser...
Mulher!!





Livinh@__

domingo, 8 de março de 2009

Parabéns Mulher!!


Que estrela é essa
que desponta o mundo
de figura plena feito mulher?
Que estrela é essa tão iluminada
que na sua querença fez-se mister?
Qual silhueta bela e fagueira,
tornou-se ribalta no horizonte além,
Estrela Maria, que se principia,
por todas Marias em glórias, amém;
Vida que a vidas se faz renascer;
sentimento em prece, de soerguimento,
inspirando a Paz em resplandecer..
Mulher!
Sois mistério, sois magia, essência da flor Divina,
sois adulta, sois menina, no encanto
do teu ser;
Sois a soma dividida, panacéia
do viver...
Ser mulher, suave oração a Deus,
de eterna gratidão
em mãos unificadas.

Lívinh@__

sábado, 7 de março de 2009

Uma irmã chamada Suzana..


"São encontros da vida
que feita em prece
abastece corações
a sonhar...
Se mostram, se dão
e se eternecem, na caminhada
de mãos dadas a cantar..."

Livinh@__

sexta-feira, 6 de março de 2009

Inspiração Divina...


Alma que sou e apenas uma
em tantas vidas despertar,
algumas, que eu já abracei
e tantas mais ainda,
terei por abraçar...

Esta alma que me move
nesse corpo a mim em sorte,
um dia desprenderá...
mas como alma deveras,
noutros planos são quimeras,
o espaço deslumbrar;

Sou filha na inspiração,
da Divina criatura,
sou um ser, em consolação,
nas esfera da ventura....

Somos todos pois
e por que não?
se dele, nosso Pai, somos filhos
em sua semelhança e forma
de amor e doação...

Livinh@__

quinta-feira, 5 de março de 2009

Vem brincar comigo...


Vem meu amigo,
Vem aqui brincar comigo,
Puxa a corda, me balança
Agita meu coração,

Me faça viver de alegria,
De festa e contemplação
Se eu cair daqui de cima
Me acode aí no chão;

Cansei de viver no sério
Me distraia do pensar,
Preciso sair das amarras,
E com você gargalhar...

Cada dia que surgir,
Me leve pra algum lugar
Farei de você minhas vezes,
Sair contigo a vagar;

Nunca me deixe sozinha,
Tenho medo desse mundo,
Qualquer altura que seja,
Embaixo é buraco fundo...

Livinh@__

quarta-feira, 4 de março de 2009

Foi só o que bastou...


Cresci por toda uma existência
aprendendo a construir
Montei o puzzle da minha vida,
do meu mundo, sem me confundir;
até que surgiu o vento, e fez a festa,
derrubando, embaralhando tudo,
e ainda, me levou uma peça.
Basta um vento e tudo vira lamento...





Livinh@__

terça-feira, 3 de março de 2009

Como uma folha...


Sou como uma folha arrastada
derrubada pelo vento
de uma arvore qualquer,
não sou vida, sou lamento
que o tempo faz o que quer...
Inquieta, sem sentido,
caída, esquecida ao chão,
um coração adormecido,
sem carícia e consolação;
Se a brisa a mim balança,
vem o vento, faz o arrastão,
por sorte não sou pisada,
mas temo em ser varrida
antes da transformação...
Do destino eu sei, é fato
quando esse coração acordar
estarei do outro lado,
serei pó, desintegrada no ar...



Livinh@__

segunda-feira, 2 de março de 2009

Ação e Reação...



Há duas vozes que fala dentro de você:
a vóz da razão, que te leva a pensar,
a outra, da emoção, que te leva a falar.
A primeira, aclara os passos com lucidez de ação,
a segunda, no tropeço, induzindo a reação..
Acalme-se! Procure buscar pra si, o equilíbrio,
quando evitas o descontrole, te livras do precipício;
Prestar as provas da vida, de tal forma impulsiva,
fará de ti, pessoa repulsiva, como um denominador
comum...

Esteja em Paz!

Livinh@__

domingo, 1 de março de 2009

Eu te saúdo!!


Um passarinho, me leva
a cantar pra você;
Um cãozinho, me leva a fazer
enorme festa e te eternecer...
Um elefantinhoooooo
ah, esse faz enorme diferença
me leva a te dar aquele "Uta"
deixando marcas da minha presença...

Bjinhuss

══════════ﺅﺊﺋﺋﻼణణﺅﺊﺋﺋﻼﷲﺅﺊﺋﺋﻼణణ══════
Livinh@__

Rosas x Espinhos...


Que pena que todas as linguas não
falam num mesmo sentido as palavras...
Que pena, nem todos pensamentos ressalvam
num mesmo sentido as leis apregoadas...
Uns são rosas que se mostram espinhos,
outros, espinhos que se fazem rosas...

Livinh@__

A Janela do amanhã....


Abro a janela que dá para o futuro
e me vejo ali sentada,
doce cadeira de balanço,
que me fecha os olhos e a mim embala,
nas ondas em que flutuo das recordações
que naufragam...
Ah, quantas histórias vividas,
páginas já viradas e reconhecidas,
guardadas no mar de minhas ilusões...
Meus olhos brilham diante da tela
que se abre, entre soluços e lágrimas,
por um passado transbordante de emoções;
Olho do lado, uma cadeira vazia,
da metade que luzia, em cena do filme
gravado;
Amanhã, páginas amareladas,
serão revistas, onde terei muito pra contar
aos breves entes queridos, que haverão
de chegar...

Livinh@__

Num porto qualquer....



Aqui me encontro, num Porto,
um porto qualquer, onde observo de longe
as gaivotas sobrevoando o mar...
Pego carona com o vento e com elas saio a voar,
saindo de mim, nas entranhas do infinito,
vislumbrando um mundo mais bonito,
que me inspira a cantar....

Paz!!

Livinh@__