domingo, 1 de novembro de 2009

Ore por mim...



Esse conforto que me chega agora,
é bálsamo de luz, felícita emanação,
pois que as lágrimas da saudade,
enebria-se a consolo, na Fé da oração...

A lágrima no desespero, é tormenta
por tão grande ainda a minha luta,
no despreender da velha vestimenta,
tanto tempo a me servir, em força bruta

Creia que te vejo e te sinto a alma
e você tão distraido em si, não ver...
te busco, te ensejo um pensamento,
mas nunca consegues me entender

Eu não morri, a casa de origem retornei,
nada está errado, sábio é nosso DEUS
ante os laços, fortalecidos pelo amor,
pois aprendizes somos todos, filhos Dele...

Quando quiser chorar, faça uma prece,
o teu amor exala flores de jardim,
sinto os eflúvios, suavisas a minh'alma,
alivia e acalma, a lenitiva oração, por mim...

Obrigado Senhor...

Lívi@petitto


...................................................................................................