sábado, 3 de outubro de 2009

Um sinal apenas...



Bastaria um sinal, uma presença,
que me fosse num instante, ou um
segundo apenas,
esse tempo mudaria todas as cenas...
As peças cor grafite que me vestem,
assumiriam a moda da antiga e
eu, me sentiria aquecida, na minha
cor escarlate, que me queima, me instiga...
sou a deusa que te asserena como pupila,
e te fomenta o jeito rude, como fêmea que
te sou, no meu ímpeto de mulher...


Lívi@petitto



...................................................................................................