sexta-feira, 16 de outubro de 2009

O verde da bastança...

Poema inspirado através de postagem do
blog http://marcelodalla.blogspot.com/ em face da energia
representada pela cor verde. Graças a isto, percebi a origem dessa
cor maravilhosa que representa a bastança em nossa vida...
Obrigada Marcelo!


Enquanto desejava somente ouro,
achando que tudo o que tinha,
de nada valia,
as nuvens se dissiparam, eu vi o sol,
e percebi que era rica e não sabia...

Enquanto me via desorientada,
afirmando ser a vida sem beleza e luz,
avistei a imensidão e compreendi a cor azul
ser de serenidade e graça,
espelho dos olhos de Jesus...

Enquanto me via sem ter nada por fazer,
no meu vazio a perecer, sentir meus
pés por sobre relva esverdeada
e eu sorrir...
voltei meu olhar para o sol, tamanha luz,
ofuscara, seguido olhar para o azul celestino
na minha visão misturada, eu vi o verde
das matas, das águas...
e novamente compreendi que o tudo que
ansiava estava ali, na fartura, na bastança
que Deus a mim entregara, a esperança...

Por fim, vislumbrei a festa que no céu
despontara, nuvens alvas de belos feitos,
se mostraram, sorrindo para mim...
meus sentimentos em guerra, aquietaram,
era calma, no branco da Paz que irradiava..

Lívi@petitto



...................................................................................................