sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Não sou o silêncio...


Não sou o silencio, apenas uma voz
que se cala, quando ouve pensamentos,
e quando falo sozinha, debato com ele,
meus sentimentos...
Sou presença, ainda que na figura da ausência,
ambas irmãs contracenando as diferenças...
As nossas afinidades, estão no constante,
não somos meio termos, somos o que somos
concluídas em nossas desinências...
Eis que confundidas, somos gêmeas,
opostas nas aparências...
Mas podes definir-me assim:
Como uma, sou começo
como a outra, sou o fim...

Lívi@petitto


...................................................................................................