sábado, 26 de setembro de 2009

Amar de novo..


Descuidei, deixando aberto o coração
e um novo amor, dele se aproximou,
sentimento novo, já agora bem desperto,
me faz feliz, sei que posso amar de novo

Penso que vou sofrer outra vez,
sinto que existe outro recomeço,
não sei porque o sentimento é assim,
faz a gente chorar, grande é o seu apreço..

Aprendi que amar, sempre é preciso,
mesmo que forças opostas, faça o proibido
buscar o amor, nas razões de tantos versos,
no meio da prosa, ele se mostra atrevido..

Não sou culpada, juro que não sou
ele chegou como forasteiro, sem razão,
mostrou encantos e nos encantos se atrelou,
agora estamos loucos, loucos de paixão...

A vida é caixinha de surpresa, é rainha,
no tabuleiro do mundo, envolve reis,
faz a valsa, dar os passos se avizinha,
aprisilha, dar xeque-mate, expõe as leis...

Lívi@petitto



...................................................................................................