sexta-feira, 19 de junho de 2009

Parque de sonhos..


Sou o meu pensar, eterna criança,
que desfruta do seu bel prazer,
no parque da vida
utilizo de todos os brinquedos,
nas alegrias as vezes desmedida..
Por lá, cada momento vivo
direcionando os meus sentidos
ao que desejo viver..
No carrossel o meu passeio,
ainda que seja em torno
de um centro fixo,
desloco-me em devaneios,
nesse cavalo alado,
voando pelo espaço, a sorrir...
Logo estou rodando o mundo,
vejo-me por um segundo,
em bela roda gigante,
colorida e deslumbrante
a me enaltecer...
Mas há um tempo que se encerra,
e volto meus pés à terra...
Sento-me numa gangorra,
e lá estou na baixa, estima
desejando que alguém,
na outra ponta sente,
me eleve, e me jogue pra cima...



Livinh@__


....................................................................................................