domingo, 28 de junho de 2009

Tributo a Michael Jackson


Era um ser vivente de candura inocente,
trazendo no palco beleza e brilho,
inspirado sorriso, menino, filho,
na expressa pureza de fé e de esperança...

Quão passarinhos desponta nos ninhos,
harmônica suavidade, trazia na voz,
em dó ré mi fá, sol lá, si e dó
era ele, benquisto nas aventuranças

Qual rumo teria esse caminho,
nas pistas com brandura deslizava,
nos contornos o riscar de suas trilhas,
enquanto o mundo com euforia, por ele gritava..

Na certa, ninguém de nada sabia,
Mas quem sabe, talvez, ele soubesse,
pois na mostra de toda sua alegria,
um corpo descontraído, com simetria, valsava

E foi assim que o tempo se apaixonou,
bebendo o que nele em si, experimentou
o explodir do sucesso, ex menino, Michael Jackson,
agora para os sonhos, ele voltou...



Livinh@__




....................................................................................................