quarta-feira, 15 de abril de 2009

Amor, eterno amor...



O tempo que ficaste comigo
bem sei, foi pra reparar,
agora você cresceu
e aos anjos, tenho que lhe
entregar...

Voa meu amor,
voa bonito,
por este espaço infinito,
aqui não é mais teu lugar;
Tanto você me ofertou
e eu com todo o meu apreço,
a ti e somente a Deus agradeço..

Moldaste minha vida,
em mim, fizeste o acabamento,
e toda beleza que desfruto,
foi por teu capricho e contentamento...

Vidas, me auxiliaste a produzir,
quantos sorrisos me deste...
hoje me vejo aqui,
a destinar-te uma prece...

Segue Carlos,
hei, mas antes espere!
deixa eu te dar o adeus,
esse adeus, que nunca me deste...

Livinh@__