segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Retrospectiva/2008


No balanço, eu sentada
momento presente a viver,
balançando para trás
ao passado ia ter,
balançando para frente,
um futuro a querer...

Foi assim 2008,
a vida vivenciada,
se chorei, foi por saudade,
sorri, para não sofrer,
se cantar foi minha fuga,
cantei, para não morrer

Quis amar, mas sem coragem,
tentei, e até flertei,
mas em ninguém apostei;
se o amor surgia pra mim,
Tô fora, não tô afim!

Tentei sair muitas vezes,
ai meu Deus, pra onde vou?
dona graça se escondia
e tudo ficava sem cor...

Se o sol, me visitava
clamava: Tá muito quente!
na verdade, eu abraçava
mais um dia, deprimente...

Se o tempo então se fechava:
Que chuva chata! dizia,
o externo assim falava
o que o íntimo escondia...

Amigos? os virtuais
pessoas que conheci,
n'algum lugar, são reais
com eles, me diverti..

Um certo mês, viajei,
pilotando meu carango
tive medo, mas arrisquei,
Confesso: Me aventurei!

De resto, a dita rotina:
Que saco, ela aborrece!
não sai da cola, só cobra
e dela, ninguém se esquece..

Filhos? Já dizia Jânio Quadros:
Por que te-los?
mas se não te-los,
como sabe-los?
São eles, tesouros doados
pelas bençãos do Divino,
na verdade, emprestados,
criaturas do destino...

Bom, tenho uma terapeuta
com quem falo dos meus ais
não sei como ela me aguenta,
só lamentos, nada mais...

Férias? Quando? Cadê ela?
trabalhei do mesmo jeito,
cumpri os meus deveres,
paguei as minhas contas,
Obrigações? muitas,
Poucos foram meus direitos..

Taí,
Foram os feitos
com efeitos
do meu jeito..
2008 de novo? rss
Nunca mais!!
Prenderei dna rotina
pro ano 2009, não abusar,
se eu não acabar com ela,
2009 será como os demais:
Iguais!!

Livinh@__

sábado, 27 de dezembro de 2008

Homenagens Pessoas Queridas/2008


Cada nome aqui mensionado
são tesouros abençoados
que recebi de presente...
Obrigada pelo capricho, com
que fizeram por mim mostrar,
que o virtual, pode ser real
dentro do coração da gente...
Sinceramente, vocês me foram
de muita importancia neste 2008
de longa e feliz travessia...
Meu afetuoso abraço

Livinh@
_______//________

Heloísa:

Heloísa,

És amiga que decifra,
muitos corações paciente
que burila tanta gente
no seu jeito devagar;
Corações de toda sorte,
inteiros, até pernetas,
que fazem da vida, morte,
em busca de terapeuta;
Aí que entra você,
uma bússola a mostrar,
os caminhos alternativos,
pra quem deseja encontrar;
Despertas constrangimentos,
que burilam pensamentos,
quando está a naufragar..
Outras vezes, adentra sonhos
embaraçosos em confusão,
um olhar em testa franzida,
é o que expressa sua atenção;
Lacan e Freud teus mestre/guia
em concordância ao que se propôs,
desenvolvendo com maestria,
em sua análise, antes/depois
Então, assim o ser vai seguindo
em sua pauta, a relaxar
você a ele, conduzindo
e ele, a se superar..

Abraços
Livinh@__

******************

Janine: Amiga de infancia:


Malukinha,

Nem sei como expressar
minha alegria e emoção
de estar aqui neste dia
dando-te meu coração

Em minha memória gravada
percebo-te ainda o perfil
daquela menina engraçada
serelepe, sempre a mil

até me ponho a chorar
na lembrança da infância
maravilhoso era brincar
qdo ainda eramos criança

gostosa saudade eu sinto
agradecendo a Jesus
por haver reencontrado
doce irmã cheia de luz

Obrigada por existir
por nunca esquecer de mim
mesmo que tua cachola
é doida, maluca sim rss

mas te adoro por isto
tu é doida, tbém sou
pois doido tem alegria
tem Paz e muito amor

Deus te abençoe Amiga
com amor e proteção
jorrando bençãos do alto
banhando teu coração...

Adoro Você!
Você é grande demais
a mesma Janine de sempre
grande mulher e muito mais!

Sempre amiga
Lívi@

******************

Suzana:


Suzana,

Você é os cinco sentidos
nesta sua inspiração
buscando o maravilhoso
de Deus em sua criação
ﻶத 
Nas cores de tua aquarela
no exalar de todas as flores
no caminhar, na passarela,
no coração de teus amores
ﻶத 
Admirada me sinto
tornando-me tua fã
das mensagens que me chegam
no sentimento de irmã
ﻶத 
Com certeza em teu sono
viajas pra algum lugar
buscando segredos infinito
na margia do olhar...
ﻶத 
Estais sempre em oração
no teu imenso universo
elevando pensamentos
no segredo dos teus versos....

Deus te abençoe muitoooooooo!
bjssssss
(Livinha)

*****************

Ysabella:



:: (\_(\
*: (=' :') :*
.. (,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*

Tua Luz Ysabella

A tua luz está aí dentro de você
minha querida Isa, confie, acredite
Tens doce sensibilidade,
massageando teu ser...

Deus nos mostra caminhos
através dos desafios
que sabe, somos capazes
quando sentimos vazio

Abrace a tua causa, não a temas,
busque em Jesus discernimento;
vencer, seja sempre o teu lema
fortalecendo teus sentimentos..

Determine-se a prosseguir
a caminhada a ti confiada
amando sempre, persistindo
na busca da luz alcançada

Existem pessoas em tua vida
que busca o teu olhar, sereno
da grandeza que em ti, faz morada
de esperança e paz em teu sustento

Deus te cubra de Paz

Livinha

*****************

Ysolda:



Ysolda,

Longe de mim ver-te apenas
como poesia,
Poesia são letras
com rosto, alma e coração
nas veias, traz dor
em forma de canção,
o lenimento sagrado
da inspiração...
Transpõe o ódio para o amor,
a tristeza, para alegria,
transforma palavras arredias,
num belo canteiro de flor...
Não te vejo poesia/Ysolda,
vejo-te Ysolda/poesia,
Mulher terna, sensível,
que flutua na maresia...
Não apenas Ysolda,
não apenas Poesia,
mas unica alma/gêmea,
dois corpos, que principia...
Vejo-te trabalhadora da vida
a comungar com nosso Deus
entendendo a singeleza,
da natureza,
dos olhos teus..
vejo-te caminhante
sempre avante
a persistir
desistir? não faz parte
dos teus atos
pois trazes contigo o formato
na silhueta de Deus..
Poeta minha querida
são mensageiros Divino,
confiantes peregrinos
que o destino
assim escreveu.

Te prezo muito
Livinh@

******************

Prof.: Ana:


Ana,

Assim como Deus
fez a terra, o céu,
o mar,
ele tbém fez a vida
em tua alma encantar
Essa alegria em teu rosto
que sinto sincera à gosto
torna-te os dias
propício, a correr e saltitar.
Sim, és pura Ana,
quando tão bacana,
levas amigos,
pra tua choupana
num país de Okutiana
por si revelar..
E toda a semana
faz os dias contar,
nessa leveza insana,
q se deita sobre a grama
fazendo o céu te admirar
Ser Ana, é ser mana,
de luz que emana
outros corações adornar,
é o vir, pra ficar
estando em todo o lugar...
A rescitar poemas,
sem dilemas, espantando
problemas,
que o proprio sistema
tenta nos derrubar..
Ana raridade,
força e capacidade
das letras bem levar..
Tens o meus aplausos
quando passas
em cima do salto,
na passarela desfilar.
Pois em minha sintonia
percebo a tua magia,
de sentimentos mostrar.
Sou colecionadora minha
qrida, de seres q
na vida, comigo está a comungar
Por isto, te respeito,
nos meus braços, te recebo
a tua linda amizade saudar.

Livinh@

*********************

Ana Cristina:





Ana,

Existe um coração que já estar a palpitar
de contentamento e alegria,
pela vida poder brindar...
Brindar a Paz, a alegria do renascer,
brindar a natureza em todo florescer;
Existe outros mais tantos corações,
que nutre o aguardo espectativo,
para saudar a sua chegada
num percurso progressivo
de amor na sua morada...
Outros mais ainda,
bem assim como eu,
que brinda esse seu dia
como presente de Deus,
por haver tropeçado com
você nesta caminhada infinita
bendizendo a Jesus, por em seus
braços encontrar guarita
na felicidade que te conduz
Estou contando as horas
para a virada da folhinha
e gritar de alegria
Bem vinda a vida, amiga minha!!

Feliz Aniversário!
Livinh@__

***************

Amigos, são presentes Divino
que haverei de levar um dia
a minha Eterna Morada...
Obrigada por existirem.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Ana Donana em Prosa e Verso/Livinha


Ana disse:

*LÍVIA..___my Linda//

"Viver é ter chance de acreditar que,
a cada dia podemos fazer mais que
imaginávamos.
É acalentar sonhos e esperanças,
fazendo da fé,
a nossa inspiração maior!
É buscar nas pequenas coisas,
um grande motivo pra ser feliz”.
=============


Livinha disse:

Ôoo linda estrela,
você tinha mesmo que vir
lá do pesinho do Brasil,
como a roupa que visto,
cobrindo meu corpo, me protegendo
emanando luz...

É dessa Fé que sobrevivo
que me alimenta, me permite
transpor as barreiras infindáveis
que minha alma na insegurança
tenta criar...
É no meu jeito de menina, que
enxoto tudo isto, salto, corro,
arrisco e não há quem possa
me segurar...
A minha Fé é arma poderosa,
contra os fantasma que me
põe a prova, tentanto me fazer
recuar... Pode acreditar Donana...

Ai Analoire, tu é um cálice
de força que a gente bebe
sem medo de se embriagar...

Obrigada minha querida
sempre, sempre...




Ana disse:

Meu Pai do céu..........
Mandastes aqui..um pedacinho deste céu.
Ela..a dita cuja....
me põe ao Léu.
Meu Deus!!!
Tantas palavras angelicais...
Tais..tais...........,
Tão doces como meL.
Ela é o Favo de meL/

Lívia estás a surpreender...
de novo..
Meu ser............
se comove....
e se move,até você........
Doce criatura...
Na aventura te encontrei...
Na Ventura..não te deixarei........
Jamais..............

Analoire...
Sonoro..suave..........
angelical!!!
Uma neta..?
Predileta..já tem nome.
Deus vai te presentear..
com certeza.
e eu louvarei..
e cantarei..
ao senhor:Cânticos de Louvor!!!

Amo amar vc..__Livinh@__
Com carinho__
__*Profe Ana!!!


Livinha disse:

Ai essas palavras que
me rasgam o peito,
me eternecem, não tem jeito.
É um feito todo prosa,
com cheiro de rosas,
que levo ao leito
e me faz pensar....
Voltarei depois
essa conversa à dois
me joga ao pranto
preciso me acalmar...

Pés descalsos, no molhado...


Oh my god!!
minhas coronárias....


Ana Disse:

..mando flores e uma melodia...
para q te alegres!!!
Este moço é o menino franzino...q ficava
a nos incomodar...lembras???
Sim..é ele.
o Luís.
Ele cresceu..e agora faz entregas!!!



Livinha disse:

Lembro sim...
recordações que passam
na tela das lembranças...
Mas ele era tão convencido
se achava, mas talvez fosse
porque por nós desputava..
Coitado, ainda não desistiu
carregou por anos a fio
a Liviana em seus encantos mil...
agora entrega flores como senha
a nós meninas encontrar...
Bastará um beijo, um piscar
e achará Liviana como magestades
"o sabiá"...


Livinha desabafa:



Voa Liberdade!!
de encontro a saudade...
Um peito está a chorar,
da sensação que invade
outro peito a clamar...

Livinh@__

Ana arremata:

estou a voarrrrrrrrrrr...
quero sobrevoar..........
encostas...cuestas..morros...
até encontrar...........
madame Apetito...
pois acredito..
que posso seguir 1 rumo..
e no prumo....
chegar...
ao destino prescrito........
pois está escrito:
__vou ver ...e espreitar no peito...
a dona do feito.
---------------------------//

Eis que o dia termina com:

"Hasta la vísta!"

Ana perplexa:

..Hasta lá vista!!!

???
é o q semmmpre digo aos meus alunos!!!
Oh senhorrrrrrrrrrrrrrr__
Que ++ tenho a descobrir???
_______________
que se passa???
quem é aquela q surgiu..do nada e
virou TUDO!!!
quem és tu???
Catita??
Quem és tu???
Prendinha faceira??

Encerramento


*Boa Noite Ana
Que belo passeio, você

me proporcionou. Obrigada
pelo dia... Deus te abençoe,
irmã Divina...**

Livinh@__

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Natal sem você...


Fechei os meus olhos
e tentei de mim sair...
Não sabia ao certo
para onde ir
mas acreditei...
Lágrimas desciam
em minha face,
queria sumir,
viajar para o além,
talvez pra Marte...
Eu busquei, e rebusquei
algo de concreto,
no meio das pedras
e do céu aberto
mas não achei...
Percebi então que chorava,
com o pranto da alma
que se derramava
tudo porque não encontrava,
ou a mim não encontrava
não sei, não sei...
Só sei que vaguei..
O tempo tbém se fechou,
e chorava muito mais que eu,
me lavou..
e aquelas águas, com as
minhas se misturavam,
ele compartilhava
com a minha dor..
Me vi então encharcada
rolando, na terra molhada,
e a chuva que comigo
brincava,
era o meu amor
que me enamorava,
que tbém chorava,
a mesma dor....

Saudades...

Livinh@__

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

25 de Dezembro...


E a mansidão do universo
começara a si levantar,
Era o menino Jesus
que estava por chegar,

A natureza em festa
num silêncio que tocava
corações emocionados,
musicados,que chorava

Era uma orquestra tão linda
que tudo se fazia em coro
animais, arvores e pássaros
ecoaram junto ao povo;

No céu as estrelas brilhavam,
reluzentes, em harmonia,
gotículas do espaço caiam
como as lágrimas de maria

Rasgava o céu grande Luz,
imenso véu se imantava,
falanges de anjos traziam Jesus,
bençãos da vida que principiava..

Feliz Natal & Paz aos homens
de Boa Vontade!!


Livinh@__

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Reflexão - Crônica de Heloisa B. Gimenes (Psicóloga)


"Se amar um dia foi ridículo
ser ridículo foi preciso,
porque se ama simplesmente...
Sejamos ridículo sempre
amando constantemente.
O amor torna-se amadurecido
de um viver impreciso,
quando navega precisamente..."



Livinh@__

domingo, 21 de dezembro de 2008

Lembrete de Natal


Ei, o natal está chegando
e eu só quero te lembrar,
das lembranças lá do céu,
do "Jesus" que vai chegar.

Sim eu sou o teu anjinho,
que chega como criança,
pedindo a sua alegria,
de abençoada esperança

Se você está tristonho,
por uma dor que ainda sente,
confie que vai passar,
e a dor, sumirá de repente

Enfeite como puder sua casa,
se algo faltar, não perca a calma,
lembre-se que o melhor alimento,
é o que te abastece a alma

Não esqueça da oração
bálsamo na oferenda de luz,
reconhecendo as leis de amor,
exemplo do nosso Mestre Jesus..

Feliz Natal!!

Livinh@__

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Feliz Aniversário Juliana!!


Te vejo assim tão distante
em pensamentos, perdido,
como quem divide segredos,
nas pairagens do infinito;

Te olho, e no constante observo,
a enchente borbulhante, interior
tantos guardados contidos,
num grito mudo, exaltando dor;

Não podes ver, através das nuvens
que encobrem teu perfil bonito,
mas nas águas claras d'algum rio
podes encontrar o teu poder bendito

Filha minha, quão grata a Deus, sou
por instrumento, à vida te entregar,
desejei, você topou, e a nós, ele confiou,
possível viagem, juntas a navegar;

Por árvore que sou, sabor é meu fruto
na docilidade que expõe a essência,
não importa n'alguns pontos inda verde,
já maduro, na semente, transparência;

Amo e a você, juro amor eterno
nos teus feitos, em refeitos que tolero,
porque como tu, também a mim reformo,
na grandeza desse amor nobre, sincero

Não se entregue aos obstáculos,
lute Juliana, use a força da vontade,
todos os dias, é teu aniversário,
e o seu presente é a felicidade!!

Parabéns
e
Deus te abençoe!!

Te amamos muito

Mamãe, Papai, Mônica e Janine


Livinh@__

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Feliz Caridade, Feliz Natal!!


Alimento farto sobre a mesa
presentes? uma infinidade,
uma porção de palavras,
nos desejos, de amor e amizade,

Dia seguinte, aquela curtição
alegrias entre risos e ressacas
lembranças da festança vivida,
antes, bençãos, depois fuzarca

Muitos de barriga cheia,
mas enorme vazio a sentir,
na falta do alimento da alma,
que fez a necessidade exigir...

As vésperas das 24 badaladas
formemos uma corrente de luz
oremos por todo este mundo,
bem a exemplo, do mestre Jesus;

Já no dia 25, vamos todos procurar,
em cada canto, algum faminto,
haveremos de encontrar,
para um pouco desta ceia, ofertar.

Então,
nossas almas alimentadas
desse prato requintado,
levando tempero de amor,
por um gesto assim doado.

Feliz Natal!!
Feliz Caridade...


Livinh@__

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Se eu pudesse...


Se eu pudesse,
te daria a lua e as estrelas,
mas não as consigo alcançar;
Se eu pudesse,
te daria o céu e o mar,
mas são enormes demais
para que os possa segurar;
Se eu pudesse,
te daria todos os pássaros
mas que pena, não sei voar;
Se eu pudesse,
te daria as flores, de todas as cores,
mas elas não suportariam,
morreriam sem água para se molhar;
Se eu pudesse,
te veria todos os dias,
mas a distancia nos impede
de se encontrar;
Se eu pudesse,
te valeria todas as coisas,
aliviaria as tuas dores,
e até mesmo seus problemas,
mas não posso, também
faço parte do sistema,
e não sei como tudo controlar;
Se eu pudesse,
bastaria estalar os dedos,
atrevidamente, sem medo
e te deixaria, me amar...
Mas somente
se eu pudesse...

Livinh@__

domingo, 14 de dezembro de 2008

Não chore ainda não...


"Não chore ainda não
que eu tenho um violão
e nós vmos cantar...."


Não chore pelos carinhos
que chegam pra você
São ofertorios doados
por amores gratificados
a tua amizade receber...
As palavras que te chegam
acompanham a emoção
porque trazem tbém lágrimas,
de um devotado coração...
Em tua alma sensível,
perfumada por todas as flores,
levas palavra amiga,
repassando amor, para amores;
Embriagas como essência da maresia,
um valsar ondulante, aquele mar,
do sentido à vida que principia,
como estrelas no céu, à despontar;
É pura a beleza do seu canto poético
não importa, simples, singelo, métrico,
sai do coração em corpo, suave harmônico,
sensibilizando até, quem já fôra cético...

Livinh@_


Meu amigo, O sono...


O Silêncio de mim se aproximou
disse para me calar
e pensar em novo amor;
Implorei a ele,
me deixe, por favor!
e mais do que depressa
ele em mim, se instalou.

Eu não quero mais pensar
preciso falar, cantar, esparecer
pensar, seria adentrar
nas confusões do meu ser

Tentei ser mais esperta que ele,
deitei em meu sofá, adormeci
coloquei-me no esquecimento
e através do sono, escapuli...

Livinh@__

Amigo Passarinho


Este é meu Calopsita
um amigo passarinho,
é lindo e ordinário,
é claro, no bom sentido,
sistemático e as vezes hilário
me faz rir, quando eu preciso..


Livinh@__

sábado, 13 de dezembro de 2008

Marcas do tempo...


Após longa caminhada,
de mãos dadas com alguém,
não tem como apagar,
pois que fica empregnado um sorriso,
uma vóz, um cheiro de essência no ar.
A vida não é ingrata,
ingrato é o tempo, que junto ao vento,
tira tudo do lugar....

(08/Dez/2008)

Livinh@__

Estacionada...


Tudo estar no lugar,
o sol, a lua, as estrelas, o mar
somente eu estou a vagar;
Até mesmo o tempo,
nos embalos do vento
estão a caminhar...
E eu, perdida
nos meus pensamentos,
derretida, diluída, a chorar.
Teimo em não querer saí,
queria mesmo dormir
ao invés de acordar...
Me coloquei num cativeiro
permanente, por inteiro,
estacionei...
Faço d'um passado,
meu Rei,
tentando leva-lo,
a me acompanhar;
É impossível,
se tornou imperecível,
não tenho como apagar;
Dentro de mim,
as idéias se formaram
em turbilhão
e me fez em confusão,
sem poder desvencilhar;
Ai meu Deus, como eu queria
recompor minha alegria,
do meu "eu", poder sair
sem ter hora de voltar...


Livinh@__

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008



Sigo em passos lentos
dissipando meus gritos,
debandando os tormentos;
Algumas vezes rápidos,
de acordo com meus pensamentos;
Se tropeço, salto depressa,
mas não me entrego
naquela travessa,
onde corro perigo,
que simplesmente sigo;
As vezes, creio me agito,
tudo porque me aterrorizo,
diante do desconhecido;
Acelero os passos,
corro no embalo,
do meu euforismo,
se escorrego?
não encaro pessimismo,
levanto, enquanto deslizo e
sem graça, me olho na cara
que frente a mim, se faz em riso:
Que é Livinha, vai desistir?
nunca! Me intrigo, persisto
e sigo, porque preciso!!

Livinh@__

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

S.O.S Natureza!!


E o Sol diante do seu reinado
hoje acorda indignado, triste,
desanimado, pela agressão
humana e clama:
Homens, em seu atrevimento
retiram de mim, medicamentos
que lhes dei como herança,
atingindo os organismos
naturais do ambiente...
Eu aqui adoecido, enfraquecido
e vencido numa pressão alta
que o mundo sente...


Livinh@__

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Silêncio das Palavras



Nada de poema hoje.
As vezes na emoção,
as palavras não querem dançar não.
Elas ficam tão comovidas
que se perdem entre elas
e não encontram seus pares
na rima do coração.
Acredito que seja a hora da missa,
quando todas se reunem em oração...

Livinh@__

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Solidão...


Esta danada de solidão
que chega junto da gente
se mostra, machuca, entriga
pertuba, por ser insistente

Ainda que meio a sociedade
envolvida por tantas pessoas
a gente se sente apenas
vazia em horas à toa...

É tudo tão deprimente
olhar tudo a nossa volta,
sem graça descolorida,
vivendo das horas mortas

Eu, fico aqui a pensar
ser possível viver a vida
neste mundo a morar,
com tristeza, vencida..

Quero correr, sair a gritar
resposta poder encontrar,
nos confins, d'algum lugar,
adormecer, enfim sonhar..


Buscando...


Tenho feito minha caminhada
assim deveras, do nada
na busca de muitas resposta,
que satisfaçam, que sejam lógicas

É o meu dia, horas vivas ou mortas
que atendo porque bate a porta
burilando o meu caminhar,
me levando somente a pensar...

Procuro uma sombra,
onde eu possa me sentar,
observando o espaço infinito,
algo que esteja além, inaudito,
para que eu possa sonhar;

E eis que sigo nas emoções,
mesmo com medo de me enganar,
fazendo de meu coração uma bússola,
por vezes a me direcionar..

Onde estará, onde estou, não sei
é o tudo, é o nada, página virada
outra ainda por começar e se nada sei,
como falar? e descobrir e me achar?

Um dia, quem sabe muito além
matarei toda essa charada,
pois que n'algum lugar tá grafada,
o enredo da minha história,
prelúdio de minha glória...


sábado, 6 de dezembro de 2008

Quero te amar


Teus pensamentos em mim
promovem viagem,
e me deixo flutuar,
me envolvendo em teu gozo,
no teu jeito simples de amar;
E vôo neste universo,
de asas abertas a plainar,
te vejo, és o luar
como versos me encantar;
Me transformo numa estrela
que te quer enamorar,
nossos brilho se confundem,
pra olhos nenhum enchergar;
São faíscas entre choques,
reluzentes ao se encontrar,
em vibração de magia,
os corações, palpitar

Quero te amar...


sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Sorria, isto basta!!!



Será que basta?
tento, busco e afugento
o bichinho triste dentro de mim
e dou gargalhada,
mesmo não estando afim;
Busco minha criança
e brinco de roda com ela,
papel e tinta, uso aquarela,
faço uma casinha, de cor
amarela...
desenho um rosto
e faço uma pinta,
meu deus, que desgosto!
fiquei toda pintada...
Melhor mesmo é dar risada,
dessa louca palhaçada;
Mas o que mais me irrita,
é que a tinta preferida,
acabou de derramar,
Eu não vou ficar com raiva
se não tenho mais vermelho
pego o azul do céu inteiro,
com o amarelo do sol,
misturo, faço um crepúsculo,
e enfeito com rouxinol
no final do entardecer;
Depois empreteço tudo,
a mostrar o anoitecer;
O dia acabou,
o sorriso cessou
chorar é o que me resta
e isto basta!

Livinh@__

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Obrigada Senhor!!


Obrigada Senhor
pela tuas mãos amiga,
em devotar tanto amor,
a dissipar-me a fadiga;
Por estar presente em mim
nas horas das aflições,
direcionas o caminho
e aponta soluções;
Qdo penso estar sozinha
diante do meu padecer,
escuta-me os lamentos
e segues a me socorrer;
Oh meu Deus, como eu qria
nestas maus traçadas linhas
digitar seu parecer,
bastaria o te sentir,
pra afastar o meu sofrer
Mas, quem sou mestre qrido
diante de meus defeitos,
um ser ainda em reparo,
orgulhoso, endurecido,
ainda vil, e refratário
Mas tenho q reconhecer
q tenho seu ombro amigo,
q me deixa qdo aflito,
em seu peito recostar,
nas bençãos q a mim emanas
qdo estar a me abraçar;
Sei q teu perdão me chega
sendo eu mesma a perdoar,
o arrependimento é glória
no Senhor, acreditar;
Qro em ti, crescer meu Deus
recebendo a tua herança,
sentir na morada da fé,
humildade, esperança

Lívinh@